09 abril 2013

Alimentação também é cultura

-->



O maior Patrimônio de uma cidade são as pessoas, e o mais importante em nossa vida é uma boa alimentação. 

A culinária de um lugar é mais do que um conjunto de receitas organizadas em um livro. O que as pessoas comem revela seus costumes e modo de vida. A culinária de um povo mostra como é o lugar em que ele vive: se o clima é frio ou quente, se tem mares ou rios, como são a fauna e a flora locais. Num País gigante como é o nosso Pai Brasil, com ambientes tão diferentes e influencias de povos vindos de quatro continentes, a conzinha só pode ser rica e variada.
Cada região do Brasil tem suas tradições culinárias.
Quem vive no norte do País come pato no tucupi e tacacá, e no sul come barreado ou churrasco feito no fogo de chão, mas há comidas apreciadas por todos os brasileiros: come-se arroz com feijão e toma-se café com leite. Em Esperantina-Piauí, procure comer carne de sol, capote frito, pato com leite de coco, galinha ao molho pardo, Maria Izabel, carneiro assado na brasa, deliciosas peixadas, pirão de farinha, piaba frita com azeite de coco babaçu, buchada de bode, Feijão novo aferventado e temperado com azeite de coco e cheiro verde. As bombas do Zé garçom, os bolos de goma feitos no forno a lenha, os bolinhos fritos de goma, bolo de puba, e entre outros...
Sinta o cheiro, veja as cores, sinta o sabor, observe o aspecto, e por fim; compartilhe as receitas... ISSO É MAIS DO QUE CULTURA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário