16 novembro 2012

Arte Feita de Zinco e as Lamparina do Sinhõ

O luz para todos é sem dúvida um projeto muito importante para a economia do Brasil, acontece que o progresso tras consigo o emprego e muitas das veses tras alguns desempregos, principalmente quém vivia de fazer as famosas lamparinas. É o caso do Sinhõ, que relata que depois do luz para todos a produção das lamparina cairam muito. Mas mesmo assim continua a sua missão de produzir variados tipos de peças feita apartir de folhas de zinco.

São ótimas para usar em decoração rústica





Toda a produção é feita manualmente

Cada lamparina custa somente 2,50

Concentração


O artesão Sinhõ


Reproduzir variados tipos de peças feito a partir do zinco é desafio que enfrenta todos os dias o Francisco José, mas conhecido como Sinhô, reside na Rua  Antonio dos santos n°391 no bairro nova esperança. Sinhô trabalha há mais de 15 anos na arte de funileiro. Chega a produzir mais de 20 lamparinas por dia, além das lamparinas produz baldes, conchas. É um oficio semelhante ao do ferreira, precisa usar fogo para finalizar as peças. Quando não tem encomendas muitas das vezes é preciso viajar para outros estados atrás de emprego em firmas. Onde às vezes exerce outra profissão, como a de carpinteiro. Este oficio aprendeu através de intermédio de Zé Barros com um amigo de  Tianguá –CE. Onde Sinhô e seu falecido irmão vieram a aprender esta arte de transformar folhas de zincos em peças de artesanatos. Vale apenas ressaltar que cada lamparina custa somente R$ 2,50. Aceitas encomendas e está a sua espera. Sinhô para quem não sabe é irmão do Ezequiel integrante da Banda Mestre Chico em Esperantina-PI.

2 comentários: